quinta-feira, novembro 24

Roupa em greve

Faz hoje precisamente 1 ano que Portugal também paralisou com greve geral. A única coisa que parece ter mudado foi a liderança do país. Os problemas são os mesmos e agravaram-se no último ano à medida que o país foi perdendo terreno nos mercados internacionais e o resgate financeiro mais dispendioso da história.

Hoje reivindica-se cortes salariais e subsídios da função pública, plano estratégico dos transportes, IVA, pensões, por aí em diante...
Entretanto o estado vai arrecadar uns milhões e a economia vai perder uns quantos milhões, coisa pouca...

Notas soltas:
- Piquetes de greve, mais uma vez, vão desestabilizar não respeitando os direitos e decisão dos trabalhadores;
- UGT e CGTP estão a precisar de nova liderança, desde miúda que vejo as mesmas caras e as mesmas decisões, muito pouco mudou!;

O governo já deu a entender que daqui a 2 anos os subsídios de Férias e Natal vão deixar de existir, as medidas de austeridade vão ser cada vez mais. Ninguém alertou as famílias para o facto de o BCE prever uma aumento da taxa euribor nos próximos 4 anos até 4 pontos percentuais. A cereja no topo do bolo, falência técnica do estado português.

O que é que se vai ganhar com esta greve? Amanhã o país vai acordar com retoma da economia?

Nunca fiz greve e optei pelo título "roupa em greve" porque, literalmente, hoje a minha roupa fez greve e o roupeiro só me deu acesso a roupa casual :P 


O meu dia de trabalho vai ser bastante produtivo.

quinta-feira, novembro 10

Why dogs really bark?



The secret of the dog bark is revealed.